Argamassa Pronta 20 Kg Votomassa        - Votorantim

Votorantim

Argamassa Pronta 20 Kg Votomassa

Cód: 911771
R$ 7,99 un

Selecione a loja de sua preferência:
Disponibilidade de estoque: Imediata

Preços e Condições exclusivas para compras no site.



Descrição

votomassa assentamento e revestimento é uma argamassa de uso geral que pode ser utilizada para
o assentamento de elementos de alvenaria de vedação como blocos de concreto, blocos cerâmicos, e tijolos comuns.
Também é indicada para o revestimento de paredes em áreas internas e externas. Votomassa assentamento e revestimento possui tempo de manuseio de até 2 horas, aderência elevada e alta trabalhabilidade.
Classificação técnica:
Votomassa assentamento e revestimento atende os requisitos da NBR13281/2005 e da NBR13528/2010.
Votomassa assentamento e revestimento é uma mistura homogênea de cimento Portland, agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. O produto é oferecido na cor cinza.
Indicação:
Excelente para aplicações em revestimentos de paredes em ambientes internos e externos, assentamento de elementos de alvenaria de vedação como blocos de concreto e blocos cerâmicos.
Atenção: A argamassa poderá ser utilizada para assentamento de alvenaria estrutural após caracterização prévia dos materiais e da alvenaria conforme a NBR 15961 mediante a aprovação do responsável técnico.
Vantagens:
Supera os requisitos de resistência de aderência potencial à tração NBR 15258;
A tende e supera os requisitos da norma NBR 13281
A tende e supera os requisitos definidos na NBR 13528;
Perfeita para assentamento de elementos de alvenaria em blocos ou tijolos
cerâmicos e blocos de concreto;
A rgamassa leve e de textura cremosa;
A plicação em revestimentos de paredes internas e fachadas.
Limitações:
N ão utilizar como assentamento estrutural.
N ão utilizar no preparo de concretos ou qualquer outro tipo de serviço.
N ão utilize aditivos químicos no chapisco (feito em obra ou industrializado)
pois, pode torná-lo impermeável, prejudicando a aderência da argamassa.
Substratos:
Blocos de concreto;
Blocos cerâmicos.
Modo de Aplicação:
Preparo de Superfície:
Assentamento: Os elementos de alvenaria devem estar secos, íntegros, limpos, isento de poeiras, substâncias oleosas, tintas, eflorescência, restos de argamassa ou outras condições que possam prejudicar a aderência da argamassa. Para a remoção de impurezas, particulados, pós e outros materiais nocivos que estejam na superfície dos blocos devem ser removidos com a utilização de escova de aço.
Cuidados especiais da base:
Em condições ambientais (temperatura ambiente superior a 30°C, temperatura do bloco/base superior a 28°C ou umidade relativa do ar inferior a 40%), é necessário umedecer a superfície do bloco onde será aplicada a argamassa de maneira a torná-la fria ao tato. Umedecer a superfície dos blocos de concreto e cerâmicos com absorção total superior a 10% e 22% respectivamente.
Revestimento:
A base deverá estar plana, limpa, com a superfície seca, isenta de poeiras, substâncias oleosas, tintas, restos de argamassas, eflorescência ou outras condições que possam prejudicar a aderência.
A limpeza pode ser executada de acordo com os seguintes Procedimentos (conforme item 8.4.3 da NBR7200/98):
a) para a remoção de sujeiras, pó e materiais soltos: escovar e lavar a superfície ou aplicar jato de água sob pressão; quando necessário, deve ser empregada espátula, escova de cerdas de aço, lixamento ou desbaste mecânico;
b) para remoção de óleo desmoldante, graxa e outros contaminantes gordurosos, pode-se efetuar a limpeza com soluções alcalinas ou ácidas, empregandose um dos seguintes procedimentos:
escovar (utilizando-se escova de piaçaba, por exemplo) com solução alcalina de fosfato trissódico (30 g Na3PO4 em 1 L de água) ou de soda cáustica e, em seguida, enxaguar com água limpa em abundância;aplicar solução de ácido muriático (5% a 10% de concentração) durante 5
min, escovar (com escova de piaçaba, por exemplo) e enxaguar com água limpa em abundância; escovar a superfície com água e detergente e enxaguar com água em abundância;
empregar processos mecânicos (escovamento a seco com escova de cerdas de aço, lixamento ou desbaste mecânico) e em seguida remover a poeira através de ar comprimido ou lavagem com água;
c) para remover eflorescências: pode-se escovar a seco a superfície com escova de cerdas de aço e proceder à limpeza com solução de ácido muriático, conforme item b). Caso a manifestação atinja grandes áreas, pode-se empregar jateamento de areia;
d) para remover bolor e fungos: pode-se escovar a superfície com escova de cerdas duras com solução de fosfato trissódico (30 g Na3PO4 em 1 L de água) ou com solução de hipoclorito de sódio (4% a 6% de cloro ativo) e enxaguar com água limpa em abundância.
Todas as áreas externas a serem revestidas devem ser chapiscadas. Para isso recomendamos votomassa chapisco concreto para bases de alvenaria de blocos de concreto, cerâmicos, silico calcários e tijolos comuns.
preparo da base – chapisco para alvenaria: Antes da aplicação do chapisco a temperatura da base deverá ser verificada. Caso a temperatura da base esteja elevada, fazer aspersão de água até torná-la fria ao tato, porém sem saturá-la.
Para blocos de absorção muito alta, adotar o mesmo procedimento. O chapisco deverá ser aplicado de maneira que fique bem fechado, mas não com uma espessura alta. preparo da base – concreto: O preparo da base de concreto poderá ser realizado através de escovação e/ou apicoamento, com a finalidade de se remover o desmoldante. Após realizar estes procedimentos, a base poderá ser
lavada. No momento da aplicação do chapisco a temperatura da base deverá ser verificada. Caso a temperatura da base esteja elevada, fazer aspersão de água até torná-la fria ao tato.
Em dias quentes e baixa umidade relativa do ar ou em regiões de clima seco e quente, após a aplicação do chapisco, o mesmo deverá ser curado através de aspersão de água em intervalos de 1 a 2 horas durante um período mínimo de 24 horas.
Da mesma forma, as áreas internas com acabamento final em laminado ou cerâmico, e/ou áreas internas com base de concreto e alvenaria de blocos de concreto celular autoclavado, também, devem ser chapiscadas.
Atenção: o uso de aditivos químicos no chapisco (feito em obra ou industrializado) pode torná-lo impermeável, prejudicando a aderência da argamassa.
Mistura:
O preparo da argamassa deve ser feito próximo às frentes de trabalho, mas protegido de chuva, sol e vento. A temperatura da água da mistura deve estar entre 18°C e 25°C. Deve ser adicionada, em recipiente limpo e estanque, a quantidade de água potável indicada na embalagem de cada votomassa
assentamento e revestimento. A água deve estar isenta de qualquer tipo de resíduos, graxa, óleos, ou material particulado.
Não coloque mais água na mistura ao longo da aplicação.
O preparo pode ser feito por mistura manual ou mecânica (argamassadeira),
com os seguintes tipos de misturadores:
Misturador contínuo: ajuste a vazão de água de acordo com a capacidade de mistura do equipamento (litros por hora) em função da quantidade de água por saco.
Misturador horizontal (batelada)/betoneira: adicione metade da água no compartimento do equipamento; em seguida adicione todo o volume de argamassa e complete com o restante da água.
O tempo de mistura varia em função do tipo de equipamento e quantidade de sacos e deve ser controlado pelo operador. Após a mistura, a argamassa deve estar homogênea e sem grumos.
Aplicação da argamassa:
A argamassa de revestimento não deve ser aplicada em ambientes com temperatura inferior a 5°C. Em temperatura superior a 30°C, devem ser tomados cuidados especiais para a cura do revestimento, mantendo-o úmido pelo menos nas 24 h iniciais através da aspersão constante de água. Este mesmo procedimento deve ser adotado em situações de baixa umidade relativa do ar, ventos fortes ou insolação forte e direta sobre os planos revestidos.
A argamassa deve ser aplicada manualmente com colher de pedreiro ou por projeção tipo canequinha.
Revestimento interno e externo: aplicar a argamassa manualmente com colher de pedreiro em camada única em camadas com espessuras até 3 cm. Para revestimentos com espessura superior a 3 cm, as camadas subseqüentes devem ter espessura mínima de 1,5 cm e máxima de 3 cm. Em caso de espessuras superiores a 5 cm, use reforço com tela entre as camadas. Essa aplicação entre
camadas deve ser feita preferencialmente na condição úmido sobre úmido, respeitando o tempo de puxamento da camada anterior. Na condição úmido sobre seco, a camada anterior deverá estar regularizada e nivelada, mantendo uma textura rugosa.
Não recomendamos a aplicação deste produto por projeção mecânica.
Para o assentamento de elementos de alvenaria: Posicionar o bloco com os furos na vertical sobre os cordões de argamassa e assentá-lo com leves batidas com a colher de pedreiro, comprimindo os cordões de modo que fiquem com 1cm de espessura e garantir a boa aderência entre bloco/argamassa. Usar prumo ou a régua técnica para aprumá-lo e nivelá-lo durante o assentamento. Em seguida, retire excesso de argamassa na lateral do bloco com colher de pedreiro.
Observação: Em hipótese alguma o bloco pode ser aliviado (reposicionado, ajeitado ou recolocado) após entrar em contato com a argamassa. Caso isso ocorra, pode surgir patologias futuras.
Espessuras limites de revestimento:
Para definição do plano de revestimento, devem ser atendidas as espessuras constantes no projeto do revestimento e estar de acordo com as exigências estabelecidas na NBR 13749. Apresenta abaixo sugestões de espessura para revestimento com argamassa votomassa assentamento e revestimento:
parede interna: espessura entre 0,5 a 2,0 cm .
parede externa: espessura entre 2,0 a 3,0 cm.
teto: espessura máxima de 2 cm
Limpeza de Ferramentas:
Limpe as ferramentas e os revestimentos instalados com água enquanto a argamassa ainda estiver fresca.
Tempo para Uso e Cura
O tempo máximo de utilização da votomassa assentamento e revestimento é de 2 horas, contadas a partir do início da mistura. Durante esse período, não deves ser adicionada água ou qualquer outro produto, bastando apenas reamassá-la antes da aplicação. Ultrapassado o prazo de 2 horas, a argamassa deverá ser descartada.
Em dias quentes e baixa umidade relativa do ar ou em regiões de clima seco e quente, após a aplicação do chapisco, o mesmo deverá ser curado através de aspersão de água em intervalos de 1 a 2 horas durante um período mínimo de 24 horas.
Ferramentas e Rendimento:
Para revestimento: aproximadamente 17 kg/m² para cada 1,0 cm de espessura.
Para assentamento: aproximadamente 17 Kg/m² para 1,0 cm de espessura de junta (referência: bloco 19 x 39 cm).
O rendimento pode variar de acordo com a dimensão do bloco e textura do substrato. Nestes valores não são consideradas perdas durante a aplicação do produto.
Observação: O rendimento da argamassa depende diretamente do tempo e do equipamento de mistura utilizados, assim como a quantidade de água
adicionada. 
Equipamentos:
C olher de pedreiro;
Prumo;
D esempenadeira de madeira e desempenadeira plástica;
Bisnaga ou palheta;
Régua técnica 2m;
Escova de aço;
Misturador de argamassa de eixo horizontal;
Masseira;
Armazenagem:
A votomassa assentamento e revestimento deve ser armazenada em local fresco, seco, protegido das intempéries, afastada no mínimo 30 cm do piso, preferencialmente sobre paletes e 30 cm das paredes. As pilhas deverão ter no máximo 10 sacos de altura.
Apresentação:
Sacos de 20 kg.
Validade:
O produto possui validade de 6 meses a partir da data de fabricação impressa na embalagem, se respeitadas as condições de armazenamento e com o produto em suas embalagens originais e llacradas.
Referências normativas:
NBR 13279
NBR 13280
NBR 13279
NBR 15259
NBR 13278
NBR 13277
NBR 15258
NBR 13528
NBR 13749
NBR 13276

Ficha Técnica

Opinião dos clientes

9.8
165 Avaliações
  • Ótimo
    20
  • Muito bom
    20
  • Bom
    20
  • Não gostei
    20
  • Péssimo
    20
  • Guilherme Thees Sollero
    9.8
    90% dos consumidores recomendaram esssa resposta
    • Positivo: Muito Prático, Barato
    • Negativo: acabamento
    Essa opinião te ajudou?