Fique por dentro de
novos assuntos e dicas aqui
no Blog C&C.

Qual a diferença entre cimento, argamassa e rejunte?

A C&C responde essas e outras dúvidas para você. Confira!

cimento

Vai construir ou reformar? Seja qual for o caso, é sempre bom estar atento às etapas do processo e claro, a qualidade dos produtos que você está comprando; afinal, um imprevisto no meio disso tudo pode acabar com o sonho de dar uma nova cara para a sua casa!

Por isso, quando falamos sobre materiais de construção, mais especificamente sobre itens como rejunte, argamassa e cimento, é muito comum que surjam dúvidas sobre as diferenças entre eles e claro, suas finalidades.

Para esclarecer todas as suas dúvidas sobre o assunto, e te ajudar a aproveitar o máximo de cada um desses produtos, preparamos um post completíssimo para você. Confira!

Diferenças Gerais


O cimento é utilizado para elaborar o concreto, assentar blocos e criar a massa do reboco (que é utilizada como acabamento depois de erguida a parede). Já a argamassa é utilizada para fazer o assentamento dos pisos, enquanto o rejunte é utilizado para fazer o acabamento entre as juntas dos pisos.

Para que fique ainda mais fácil, separamos os tipos e as finalidades de cada um desses produtos. Veja só!

Tipos de cimento


O cimento é um dos protagonistas da construção, pois é utilizado para quase tudo dentro de uma obra. Por isso, é fundamental dominar todas as técnicas da sua manipulação, assim como os tipos e suas respectivas finalidades. Veja mais!

1. CP I - Cimento Portland Comum: é um dos cimentos mais simples. É utilizado para obras normais, sem exposição frequente à água, maresia ou esgoto.

2. CP I-S - Cimento Portland Comum com adição: esse cimento é bem parecido com o anterior, mas conta com uma pequena quantidade de clínquer em sua fórmula, tornando o cimento mais permeável.

3. CP V-ARI - Cimento Portland de alta resistência inicial: é um cimento básico, mas que apresenta alta resistência inicial. Ao contrário dos outros modelos, se torna duro e resistente em muito menos tempo.

4. CP II-E - Cimento Portland composto com escória: diferente dos outros cimentos (que tem apenas gesso), esse possui mais aditivos; tornando-o ideal para uso em materiais que não liberam tanto calor.

5. CP III - Cimento Portland de alto forno: com versões de 25, 32 ou 40 MPa, o cimento de alto forno se destaca por sua grande durabilidade, podendo ser utilizado para obras convencionais, ou para projetos que apresentem grande agressividade ao cimento, como estruturas metálicas, viadutos, pistas de aeroporto, indústrias, obras de litoral e etc.

Tipos de argamassa

argamassa

Assim como o cimento, a argamassa é fundamental para a construção. Sua principal função é assentar tijolos, azulejos, blocos cerâmicos, revestimentos de parede, granitos, pisos porcelanatos e pisos cerâmicos, além de ser um excelente material para corrigir ondulações e nivelar paredes, tetos e pisos. Conheça os tipos de argamassas existentes!

Argamassa para assentamento: utilizada para juntar blocos e tijolos em serviços de alvenaria.

Argamassa de impermeabilização: protege paredes e tetos, impermeabilizando-os.

Argamassa para revestimento: aplicada por cima de superfícies recém-construídas, como paredes e tetos. Neste caso, a argamassa tem a função de cobrir, proteger e nivelar a estrutura.

Tipos de material de argamassa

AC-1: Utilizada em projetos de interiores com acabamento diferenciado;

AC-2: Utilizada em projetos externos com características de aderência resistentes a chuva, vento e cargas.

AC-3: O mais resistente de todos. Possui maior resistência e aderência entre as tensões de materiais entre a cola e revestimento. Recomendado para utilização em fachadas, saunas e piscinas que não recebem insolação direta.

AC-3E: Ideal para casos de insolação direta. Reúne as características dos tipos 1 e 2 com maior tempo de duração.

Tipos de rejunte

rejunte

O rejunte tem como principal objetivo unir as peças de um revestimento a fim de evitar fissuras e infiltrações. Apesar disso, suas funções podem ir muito mais além. Para cada obra, um tipo de rejunte é indicado. Confira os principais tipos de rejunte e onde a aplicação de cada um deles é indicada.

Rejunte acrílico: ideal para porcelanato, cerâmica e pastilhas de vidro para áreas internas e externas, tais como: banheiro, lavanderia, cozinha e garagem. Lembrando que o espaçamento mínimo entre as peças é de 2mm.

Rejunte epóxi: indicado para locais com alta circulação de pessoas, tais como: banheiros, saunas, vestiários e nos locais onde a aplicação de produtos de limpeza nos pisos é constante, pois é impermeável e resistente a fungos e manchas. Para esse tipo de rejunte, o espaçamento mínimo é de 1 mm e o máximo de 3mm (dependendo do tipo de borda da peça, retificada ou bold).

Rejunte Cimentício: indicado para ser instalado tanto no lado interno, quanto no lado externo da casa, podendo ser instalado também em áreas molháveis. Para o rejunte cimentício, a distância recomendada é de 3 a 10 mm entre uma peça e outra.

Agora que você já sabe qual a diferença entre cimento, argamassa e rejunte, acesse a nossa categoria de materiais de construção e não deixe nada faltar na sua reforma!

Compre na C&C

Argamassa Colante para Porcelanato Interno Cinza 20kg Argamassa Colante para Porcelanato Interno Cinza 20kg
Argamassa para Pastilha de Vidro Argaglass 1kg Branco 610 Argamassa para Pastilha de Vidro Argaglass 1kg Branco 610
Cimento Queimado Pronto Branco 5kg Cimento Queimado Pronto Branco 5kg
Cimento Todas As Obras 50kg Cimento Todas As Obras 50kg
Rejunte P-Flex Premium Branco Neve 3kg Rejunte P-Flex Premium Branco Neve 3kg
+ ver mais produtos

Produtos que você visitou