Fique por dentro de
novos assuntos e dicas aqui
no Blog C&C.

Piso flutuante: o que é e onde usar?

Charmosos, sofisticados e fáceis de cuidar e instalar, os pisos flutuantes são a sensação do momento
                                   Piso flutuante: o que é e onde usar?            
       

Versáteis e sofisticados, os pisos flutuantes estão se consolidando cada vez mais como a opção queridinha dos profissionais de arquitetura e consumidores. E isso não é à toa, afinal, eles são práticos, charmosos, fáceis de instalar e podem ser aplicados em quase todos os ambientes interiores de uma residência.

Quer saber mais sobre essa categoria de pisos? No post de hoje vamos apresentar tudo o que você precisa saber sobre os pisos flutuantes, bem como algumas dicas de como usá-lo. Confira!

O que é piso flutuante, afinal?

O nome pode até parecer estranho, mas você com certeza já viu esse piso em muitos lugares por aí! Os pisos flutuantes nada mais são do que aqueles que não necessitam de argamassa ou cola para serem fixados no chão, como é o caso dos pisos laminados e vinílicos. Sua colocação é feita a partir de um sistema de encaixe entre as peças, deixando-as soltas (ou flutuando) sobre o contrapiso ou revestimento anterior.

Esse método de instalação é mais rápido, limpo e econômico em comparação com os outros pisos e, além disso, eles também proporcionam proteção acústica e térmica, já que reduzem os ruídos e mantêm a temperatura agradável — especialmente em regiões mais frias.

Materiais

Como falamos anteriormente, existem dois tipos de pisos flutuantes: o laminado e o vinílico. E apesar de serem visualmente parecidos, seus materiais possuem algumas particularidades e características que os diferenciam, veja só:

  • Piso laminado: esse piso nada mais é do que uma placa rígida e composta por derivados de madeira compensados e que pode possuir cerca de 7mm a 8mm de espessura. Por ser fabricado com materiais 100% reciclados e com madeiras de reflorestamento certificadas, esse piso é uma opção mais sustentável em relação aos tradicionais pisos de madeira;
  • Piso vinílico: de origem sintética, os pisos de vinil são feitos a partir de uma mistura de borracha de PVC e fibra de vidro, o que confere flexibilidade às suas placas — que possuem de 2mm a 5mm. A grande vantagem desse material é que ele não permite a proliferação de microrganismos em sua estrutura, o que o torna uma excelente alternativa para instalação em hospitais e residências de pessoas que sofrem com alergias severas.

Onde instalar o piso flutuante?

De maneira geral, os pisos flutuantes são indicados para áreas internas e, de preferência, secas. Nunca devem ser utilizados em áreas externas, já que o material pode sofrer danos precoces por conta da exposição aos raios solares, chuvas e demais intempéries.

Por se tratar de pisos quentes, eles transmitem maior sensação de calor e conforto, sendo perfeitos para revestir salas, quartos, varandas e outros ambientes que pedem um clima de aconchego. Por apresentarem um ótimo isolamento acústico, eles também são muito apropriados para corredores e escritórios.

Para uso em áreas úmidas, é necessário uma atenção especial, pois o excesso de umidade pode acabar danificando o piso. Em caso de contato com água em abundância, a indicação é que a secagem da superfície seja feita imediatamente.

Os melhores pisos e revestimentos você só encontra na C&C

Agora que você já sabe o que são os pisos flutuantes e como usá-los na sua casa, que tal acessar o nosso site e conferir as soluções que temos para você? São diversas opções de pisos e revestimentos com o melhor preço e qualidade do mercado.

   

Compre na C&C

Piso Laminado Essencial 1071 com 120x21,5cm Piso Laminado Essencial 1071 com 120x21,5cm
Piso Laminado Evidence Carvalho Coimbra 21,7x135,7cm Piso Laminado Evidence Carvalho Coimbra 21,7x135,7cm
Piso Vinílico Pinus 19,2x123cm Piso Vinílico Pinus 19,2x123cm

Produtos que você visitou