Fique por dentro de
novos assuntos e dicas aqui
no Blog C&C.

Conheça os tipos de argamassa e suas utilidades

Conheça os principais tipos de argamassa e saiba quando utilizá-los


Presente em todas as fases da construção, a argamassa é um elemento extremamente versátil e indispensável em qualquer obra. Mas para que serve a argamassa, afinal? A principal função é assentar tijolos, azulejos, blocos de cerâmica, granitos, revestimentos cerâmicos e porcelanatos, além de ser um excelente material para corrigir ondulações e nivelar paredes, tetos e pisos.

Atualmente, é possível encontrar diversos tipos de argamassa, sendo que cada um é mais recomendado para necessidades e situações específicas. Porém, com tantas opções disponíveis no mercado, escolher o produto mais adequado para a sua obra pode não ser uma tarefa simples.

É por isso que, neste post, vamos mostrar os diferentes tipos de argamassas, bem como suas recomendações de uso. Confira!


O que é argamassa
?

Argamassa é uma mistura de materiais que consiste principalmente em cimento, areia e água, embora possa incluir outros ingredientes, como aditivos ou agentes de ligação.

Na prática, a proporção dos componentes na argamassa pode variar dependendo das necessidades do projeto e das condições específicas. Além disso, a aplicação adequada da argamassa requer habilidade e técnica para garantir que ela desempenhe sua função de maneira eficaz.


Qual a importância da argamassa?

A argamassa tem papel multifuncional na construção civil, fornecendo ligações fortes, durabilidade, estabilidade estrutural e melhorias estéticas e funcionais em uma ampla variedade de aplicações.

Portanto, é um componente fundamental em praticamente todos os projetos de construção. Listamos abaixo as aplicações s da argamassa para revestimento, confira!


Ligação de materiais

A argamassa é usada para unir tijolos, blocos, pedras, cerâmicas, azulejos e outros materiais de construção. Ela atua como uma espécie de "cola" que mantém essas substâncias unidas, criando estruturas sólidas e estáveis.
 

tipos de argamassa
Uma das principais funções da argamassa é unir tijolos.


Nivelamento e regularização

A argamassa é usada para nivelar superfícies irregulares, garantindo que o revestimento final (como azulejos ou pisos) fique uniforme e estéticamente agradável.


Impermeabilização

Algumas argamassas contêm aditivos que as tornam impermeáveis, o que é essencial para proteger estruturas contra a umidade e a infiltração de água, evitando danos e prolongando a vida útil dos materiais de construção.
 

Isolamento térmico e acústico

Argamassas especiais podem ser usadas para melhorar o isolamento térmico e acústico de edifícios, contribuindo para o conforto dos ocupantes.


Resistência estrutural

Dependendo da composição e das proporções dos materiais usados na argamassa, ela pode fornecer resistência estrutural significativa.  Isso é especialmente importante em construções de alvenaria, onde a argamassa desempenha papel fundamental na estabilidade da estrutura.


Estética

A argamassa também tem papel na estética de uma construção, pois pode ser usada para preencher juntas entre tijolos, blocos ou pedras, criando um acabamento visualmente agradável.


Durabilidade

A aplicação adequada da argamassa contribui para a durabilidade das estruturas, pois ajuda a proteger os materiais de construção contra os efeitos do tempo, incluindo desgaste, erosão e corrosão.


Segurança

A argamassa contribui para a segurança das estruturas, garantindo que elas se mantenham estáveis e resistentes a cargas e tensões.
 

tipos de argamassa
A argamassa conta com diversas características e funcionalidades.


Tipos de argamassa

Os tipos de argamassa podem variar de acordo com a composição e uso específico. 


Argamassa cimentícia

Feita a partir de uma mistura de cimento, areia, cal e água, a argamassa cimentícia é o tipo mais comum, e pode ou não conter aditivos químicos, com propriedades de aderência e endurecimento.

Costuma ser muito utilizada no assentamento de blocos e tijolos em serviços de alvenaria, mas também em revestimento de paredes e tetos, regularização de superfícies irregulares, grauteamento de elementos estruturais, etc.

É conhecida por sua resistência à compressão, o que a torna adequada para aplicações em que a força é importante, como na construção de paredes estruturais.


Argamassa baritada

A argamassa baritada é composta por sulfato de bário de alto teor, areia, ligas de agregação e outros componentes naturais. Ela é amplamente utilizada em ambientes onde são feitos procedimentos radiológicos, como hospitais, clínicas odontológicas e laboratórios no geral. Isso porque sua composição cria uma blindagem que impede que a radiação atravesse os ambientes e afete as pessoas ao redor.

Quando aplicada em paredes, tetos ou pisos, protege as pessoas que trabalham em em salas de radioterapia, laboratórios nucleares, salas de raios X, entre outros.

A aplicação deve seguir rigorosas normas e regulamentos de segurança radiológica para garantir a proteção adequada contra a radiação. Além disso, realizar inspeções regulares e manutenção adequada nas áreas onde esse tipo de argamassa foi utilizado é importante para garantir a eficácia.
 

tipos de argamassa
A argamassa baritada é comumente utilizada em paredes, tetos ou pisos de salas de radioterapia, laboratórios nucleares e salas de raios X.


Argamassa polimérica

A argamassa polimérica é um material de base cimentícia, produzido industrialmente com aditivos, polímeros e minerais específicos que conferem ao produto características impermeabilizantes e com maior trabalhabilidade do que a argamassa convencional.

Os polímeros adicionados à argamassa podem ser de vários tipos, como resinas acrílicas, resinas epóxi, poliuretanos, entre outros. Por serem termoplásticos ou termofixos, contribuem para melhorar as propriedades da argamassa.

Outras características que o material garante a esse tipo de argamassa são maior flexibilidade, aderência, resistência à tração, resistência a impactos, impermeabilidade, resistência à abrasão e durabilidade em comparação com as argamassas convencionais.

Pode ser utilizada em uma variedade de aplicações na construção civil e na indústria, incluindo revestimento de pisos, impermeabilização de superfícies (lajes, piscinas, reservatórios e estruturas subterrâneas), reparos estruturais, colagem de elementos de construção e selamento de juntas e fissuras.


Argamassa colante

Também produzida industrialmente, a argamassa colante é composta de cimento, agregados minerais e aditivos químicos não tóxicos. 

Ao ser misturada com água, forma uma massa viscosa, plástica e aderente, que deve ser utilizada para assentar pisos e revestimentos no geral, como azulejos, pastilhas de vidro, pedras e ladrilhos, em superfícies de concreto, alvenaria, drywall (gesso cartonado), cimento queimado e contrapiso.

Ela é chamada de "colante" justamente porque tem a capacidade de aderir de forma eficaz aos materiais cerâmicos e ao substrato, proporcionando fixação sólida.

Esse tipo é formulado para resistir à umidade e é indicado para áreas molhadas, como banheiros, cozinhas e áreas de piscina.

É possível, ainda, encontrar argamassas colantes em uma variedade de cores para combinar com os materiais cerâmicos ou para fins estéticos. Isso permite que os instaladores escolham a tonalidade de argamassa que melhor se adapte ao design do ambiente.

 

tipos de argamassa

A argamassa colante é utilizada para assentar pisos e revestimentos no geral.

 

Classes de argamassa colante

Você sabia que existem quatro modelos de argamassa colante? Isso porque elas são classificadas em três tipos de argamassa: ac1, ac2 e ac3. Cada uma possui funcionalidades próprias, dependendo de suas características e resistência à tração.  Cada classe atende a diferentes necessidades de aplicação, desde instalações de cerâmica em áreas secas até áreas molhadas e exposição a condições mais severas.

Argamassa ac1: para que serve?

Muito utilizada em projetos de interiores com acabamentos mais comuns, a argamassa ac1 é indicada para ambientes internos e com pouco tráfego, podendo ser usada em áreas secas e úmidas.

Argamassa ac2: para que serve?

Já a argamassa ac2 é mais indicada para projetos externos e locais permanentemente molhados, como piscinas. Isso porque ela apresenta características de aderência muito resistentes a chuvas, ventos e cargas.

Argamassa ac3: para que serve?

A argamassa ac3 é o tipo mais resistente de todos e destaca-se por sua capacidade de suportar altas tensões em revestimentos. É recomendada para utilização em revestimentos de fachadas, saunas, piscinas e locais com alto tráfego.

Agora que você já sabe qual a diferença entre argamassa ac1, ac2, e ac3, assim como conheceu outros tipos de argamassa, na hora de adquirir o material ideal para sua obra, não vai ter erro! Inclusive, você pode contar com a C&C neste momento. No nosso e-commerce, você encontra tudo para sua casa, reforma e construção! É só clicar no banner abaixo e conferir!
 

 

Compre na C&C

Impermeabilizante Tecplus Antiumidade Cinza 20kg Impermeabilizante Tecplus Antiumidade Cinza 20kg
Cimentcola Flexível Ac3 Branco 20kg Cimentcola Flexível Ac3 Branco 20kg