Fique por dentro de
novos assuntos e dicas aqui
no Blog C&C.

Aquecedor a gás: atente-se aos cuidados

Saiba como usar o aquecedor a gás de forma correta, garantindo mais segurança e conforto para a sua casa
                                   Aquecedor a gás: atente-se aos cuidados            
       

Durante o inverno, as temperaturas baixam drasticamente e, consequentemente, o uso dos aquecedores a gás só aumenta; afinal, não há nada melhor do que tomar um banho beeem quentinho nos dias em que o clima está mais ameno, não é mesmo?!

Exatamente por isso, é necessário redobrar a atenção e os cuidados para não sobrecarregar o aparelho, pois o uso inadequado pode resultar em acidentes fatais.

No post de hoje vamos mostrar quais são os cuidados que você deve tomar para que seu aquecedor funcione da maneira correta, evitando danos e possíveis acidentes. Confira!

Como funciona um aquecedor a gás?

Mas antes de saber quais são os cuidados que você deve ter, é preciso entender como os aquecedores a gás funcionam e porque eles podem ser nocivos quando não utilizados de forma correta.

Os aquecedores usam dois tipos de gases: o natural (GN) ou o liquefeito de petróleo (GLP).

  • Gás Natural: esse gás é obtido através da degradação de matérias orgânicas e é composto por uma mistura de hidrocarbonetos leves, como o metano, o propano e o etano. É uma fonte energética encontrada na natureza e por isso recebe esse nome;
  • Gás Liquefeito: o GLP é um gás considerado condensável que tem origem ligada ao petróleo. Alguns hidrocarbonetos — como o butano e o propeno — também estão presentes em sua composição.

De maneira geral, os dois desempenham muito bem o seu papel no aquecimento do aparelho e uma das principais formas de distingui-los é que, enquanto o gás natural só pode ser transportado via encanamento, o liquefeito pode ser armazenado em botijões — sim, este é o famoso gás utilizado para acender a chama dos fogões.

Uma curiosidade interessante é que ambos os gases não possuem cheiro, por isso é acrescentado um aditivo que provoca um forte odor (que conhecemos como cheiro de gás), justamente para nos alertar em casos de vazamentos.

Para que os aparelhos funcionem, os gases são queimados, gerando o calor que é aproveitado para aquecer a água ou irradiar calor para o ambiente. A partir dessa combustão surgem novos gases, como o monóxido de carbono, que devem ser eliminados do aparelho e do ambiente através de um duto de exaustão, como as chaminés, por exemplo.

Quando esse procedimento acontece em condições ideais, o aparelho funciona de forma segura e sem apresentar riscos, mas quando ocorre de maneira irregular (o que, infelizmente, é muito comum), pode acarretar na emissão do monóxido de carbono ao ambiente — um gás que é extremamente tóxico para humanos e animais, podendo causar tontura, dor de cabeça, perda de sentidos e até morte por asfixia, quando inalado em grandes quantidades.

Por esse motivo, é muito importante atentar-se a todos os detalhes, seguindo todas as normas e tomando os cuidados necessários.

Como instalar o aparelho?

É fundamental que a instalação seja feita somente por um profissional capacitado e que seja executada de acordo com as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

A norma estabelece qual o tamanho mínimo que o ambiente deve ter para alojar o aparelho e qual deve ser o tipo de abertura para proporcionar ventilação adequada ao local.

Acompanhe todo o processo de instalação para certificar-se de que tudo esteja sendo feito da maneira correta.

Como realizar a manutenção do aparelho?

A manutenção dos aquecedores deve ser feita, no mínimo, uma vez por ano e deve ser realizada por um técnico habilitado que avaliará se o aparelho está funcionando de forma correta e quais são as condições do local onde foi instalado.

É de extrema importância respeitar as datas das manutenções previstas pelos fabricantes.

Dicas e cuidados que você deve tomar

Além de seguir as normas para a instalação e de realizar a manutenção conforme o recomendado, também é preciso tomar alguns cuidados que vão garantir o bom funcionamento do aparelho, veja só:

  • Verifique se as saídas dos gases não estão bloqueadas e se não existe nenhum ponto de vazamento;
  • Evite utilizar a temperatura máxima do aparelho sem necessidade;
  • Instale o aparelho apenas em ambientes bem ventilados;
  • Se for viajar ou passar um bom tempo fora de casa, feche todos os registros;
  • Nunca utilize fósforos ou isqueiros para detectar vazamentos;
  • Se você sentir cheiro de gás, feche os registros imediatamente, abra as portas e janelas e, se possível, abandone o local. Nesse caso também será necessário acionar o fornecedor de gás ou o corpo de bombeiros.

Agora que você já sabe que dá para utilizar o aquecedor a gás de forma segura, acesse a nossa categoria de aquecedores e garanta já o seu!

   

Compre na C&C

Kit Ligação para Aquecimento À Gás 30cm Cromado Kit Ligação para Aquecimento À Gás 30cm Cromado

Produtos que você visitou