Fique por dentro de
novos assuntos e dicas aqui
no Blog C&C.

Especial — Racionamento: dicas para economizar água durante a crise hídrica

Entenda mais sobre o racionamento de água e confira dicas para fazer parte dessa atitude sustentável.

O racionamento de água é um assunto que precisa ser abordado com frequência, principalmente em épocas de secas intensas — como o inverno. Nesse período, as chuvas são bastante escassas, condizente com o clima tropical de nosso país.

Por esse motivo, precisamos ficar ligados quanto à economia de água, a fim de evitar crises como a que ocorreu em 2014 em todo o país, principalmente no Sistema Cantareira — um conjunto que une os maiores reservatórios de água do estado de São Paulo. Nesse mesmo ano, a falta de chuvas atingiu ainda as nascentes do rio São Francisco, prejudicando também a região Nordeste.

Mas… Existe a possibilidade de acontecer uma nova crise?

De acordo com informações cedidas pela Sabesp em maio deste ano (2018), o nível da Cantareira está em 48,1% — um valor menor que aquele registrado na precedência à crise que citamos anteriormente. Portanto, toda a atenção deve ser voltada a este assunto neste momento.

Nós da C&C separamos dicas bem acessíveis para você adaptar sua casa e colocar em prática essa atitude sustentável, a fim de racionar o consumo de água!

Banheiro: vilão ou amigo do racionamento?

O banheiro é o cômodo da casa que mais gasta água, por razões bem óbvias. Chuveiro, vaso sanitário, torneira — todos estes itens são fontes basicamente infindáveis de água para atividades de higiene do dia a dia. No entanto, você pode transformá-lo de vilão em aliado na realização do racionamento.

A sustentabilidade é um assunto recorrente na atualidade e estar antenado à formas de enaltecer essa prática é fundamental. Logo, em todos os setores há a preocupação em oferecer materiais e acessórios que facilitem esse processo. No banheiro não é diferente! Veja alguns exemplos:

Vasos sanitários com caixa acoplada e acionamento duplo

Os modelos de vasos sanitários que contam com a caixa acoplada reduzem o gasto de água em pelo menos 2/3 se comparadas com os tradicionais (com válvula de parede), que por sua vez consomem estimadamente 25% da água total de uma residência.

Outro ponto a ser observado é a quantidade de água utilizada nas descargas. Mas… Como posso controlar isso??? É simples: basta aderir aos modelos que proporcionam acionamento duplo. Isso permite que você opte pela quantidade necessária, já que ela oferece duas possibilidades — de 3 ou 6 litros, cada uma ideal para o tipo de resíduo eliminado.

Torneiras especiais

E a economia no banheiro não para por aí: você pode trocar as torneiras tradicionais por torneiras com temporizador ou por modelos que funcionam através do mecanismo de pressão.

A primeira libera o fluxo de água apenas quando o sensor de movimento é detectado, enquanto a segunda fornece uma determinada quantidade de água por certo tempo (aproximadamente 6 segundos) após ser pressionada.

Atenção ao banho!

Quanto ao banho, a melhor prática sempre será a de manter o registro de chuveiro fechado enquanto estiver apenas se ensaboando. No entanto, quando pensamos em economia de água, também podemos aderir aos reguladores de vazão, que permitem uma compensação na pressão da água, impedindo um fluxo maior do que o pré-estabelecido.

A economia também vai para a cozinha!

A cozinha é o segundo cômodo que demanda um alto gasto de água para a maioria das atividades que realizamos. Desde a lavagem de louças à higienização de frutas e legumes (e até mesmo na própria produção dos alimentos), utilizamos uma enorme quantidade de água a todo o momento.

Portanto, precisamos nos conscientizar sobre o consumo responsável nesse cômodo também. Para isso, existem recursos prontos para nos auxiliar, juntos às nossas boas práticas. Veja só:

Torneiras

Novamente as torneiras merecem devida atenção, afinal, são as fornecedoras oficiais de água nesse cômodo. Aqui, indicamos o uso dos modelos temporizadores, pois o fluxo será contínuo enquanto estiver utilizando-a.

Vale ressaltar o uso dos arejadores de torneira, peças capazes de misturar ar e água a fim de diminuir o fluxo desta sem tirar a sensação de volume e pressão no jato liberado.

Pequenos hábitos e um super resultado final

Além de substituir materiais que auxiliam nessa economia, devemos sempre lembrar que alguns bons hábitos e práticas transformam os resultados finais nesse conjunto todo.

Procure manter a torneira fechada durante a lavagem dos alimentos (ou então opte pelo molho em água sanitária ou cloro), evite descongelar alimentos em água corrente - tire-os com antecedência - e esteja sempre atento a possíveis vazamentos.

Um olhar dedicado para toda a casa

Racionamento de água envolve todas as atividades que podem ganhar nossos olhares dedicados — o que engloba a casa toda. Durante o dia executamos várias funções que demandam o uso desse recurso, portanto precisamos estar sempre atentos.

Afinal, um churrasquinho no final de semana vai exigir uma boa ensaboada no chão, nos espetos, na louça… Não é mesmo? Lembre-se da economia que pode fazer caso tenha uma reserva de água da chuva como uma cisterna, por exemplo. Caso queira saber mais, confira nosso post ”Cisterna: como funciona a captação da chuva?”.

Resumidamente, esse sistema pode ajudar você a racionar a água em várias atividades do dia a dia: ao regar as plantas, lavar o carro e calçadas, na manutenção dos jardins; são inúmeras funções que você pode realizar fazendo o aproveitamento dessa água — principalmente em épocas como o verão, onde o volume de chuva é bastante considerável.

A importância de adquirir uma caixa d’água

Além de todas as medidas citadas, outra solução para uma possível crise hídrica é a aquisição de uma caixa d’água ou a troca por um modelo que suporte maior volume.

Normalmente, cada pessoa consome 150 litros de água por dia, levando residências em consideração. Portanto, a caixa d’água precisa abastecer o suficiente para pelo menos 48h, ou seja, se 4 pessoas moram na casa, o reservatório ideal deve suportar 1200 litros.

Logo, na prevenção de uma crise hídrica, você pode contabilizar 5 dias sem água. Então 4x150x5 = 3000 litros é o volume ideal para estar prevenido.

Isso permite, ainda, a garantia de uma reserva suficiente para enfrentar dias de racionamento, além de ocasiões esporádicas, como uma visita dos familiares em sua casa por alguns dias — afinal, o consumo sofrerá um aumento dependendo do número de pessoas.

A C&C te ajuda a economizar!

Viu como pequenas adaptações aliadas às mudanças nos hábitos diários podem te ajudar a utilizar a água de maneira responsável? Se todos dedicarem um pouquinho de si para fazer parte dessa economia, o resultado é coletivo.

Pensando nisso, a C&C também está pronta para te auxiliar a praticar o racionamento saudável de água, sem grandes mudanças e economizando no bolso. Confira nossa seção de material hidráulico para garantir o melhor preço e a melhor qualidade para sua casa.

Compre na C&C

Caixa de Acoplar com Mecanismo Dual Flux Gelo Cd01f Caixa de Acoplar com Mecanismo Dual Flux Gelo Cd01f
Torneira para Lavatório de Mesa Pressmatic Compact Cromado Torneira para Lavatório de Mesa Pressmatic Compact Cromado
Caixa Acoplada Hydra Duo 3/6 Litros Gelo Caixa Acoplada Hydra Duo 3/6 Litros Gelo
Cisterna em Polietileno 2800 Litros Azul Cisterna em Polietileno 2800 Litros Azul
Caixa D Caixa D'Água em Polietileno com Tampa 500 Litros Azul
+ ver mais produtos

Produtos que você visitou